Os segredos da Splashtop para alcançar a categoria unicórnio

Mark Lee, CEO da Splashtop, conversa com Ryan Floyd da Storm Ventures

A Storm Ventures participou de todas as rodadas de financiamento da Splashtop, desde a Série A em 2006 até a Série D em 2010. O seu financiamento mais recente no valor de $50 milhões empurram a Splashtop acima de $1 bilhão de dólares.

Em cada um desses eventos de financiamento, o principal investidor da Storm foi Ryan Floyd, o co-fundador e diretor administrativo da empresa. Storm investiu até mesmo na nossa empresa anterior, a OSA Technologies, que atuava em um nicho completamente diferente (interfaces de gerenciamento de plataformas inteligentes incorporadas [IPMI], firmware para servidores).

Dado ao envolvimento de Ryan com a Splashtop, queríamos saber como ele vê nossa jornada até aqui — onde ele vê a nossa empresa e nosso mercado no futuro.

Entrevista com Storm Ventures
Mark Lee: Ryan, você investiu em muitas empresas ao longo dos anos, e foi um dos primeiros investidores da Splashtop. Você diria que a Splashtop é um investimento típico para a Storm Ventures?

Ryan Floyd: Não tenho certeza se existem investimentos típicos. Porém, posso dizer que a Splashtop é diferente da maioria dos outros investimentos com os quais me envolvi, em alguns níveis.

Por um lado, muitas vezes já investimos em empresas que estão tentando estabelecer um mercado totalmente novo. Mas no caso da Splashtop, vocês estão desestabilizando o mercado de acesso remoto estabelecido, que no momento é exemplificado por redes privadas virtuais (VPNs).

As VPNs já tiveram seus dias de glória, mas esses dias já acabaram. Elas são desajeitadas, difíceis de gerenciar, caras e estão sobrecarregadas com suas infraestruturas de comando e controle centralizadas. Elas não conseguem acompanhar a transformação digital pelas quais as empresas atuais estão passando.

Ao oferecer uma abordagem moderna, baseada em nuvem e segura, a Splashtop está apresentando uma alternativa efetiva para uma tecnologia que já é muito familiar, mas que poucos veem com carinho.

Outro diferencial da Splashtop é que a empresa tem sido rentável por muitos anos.

Mark: Sim, desde 2015.

Ryan: Estamos falando de uma rentabilidade alta. Vocês vem construindo um balanço forte, coisa que a maioria dos investidores não estão acostumados a ver com frequência. O mais importante: vocês não sacrificaram o crescimento rápido ao longo do caminho. Posso dizer que essa combinação de alto crescimento com alta rentabilidade torna a Splashtop uma exceção, da melhor maneira possível.

Mark: Nosso crescimento e rentabilidade sem dúvidas aumentaram muito com a pandemia da COVID-19.

Ryan: Sem dúvidas, a Splashtop conseguiu contornar a COVID-19 de uma forma muito peculiar. Porém, acho que a pandemia só iluminou e acelerou algo que já estava acontecendo antes.

Uma das tendências mais poderosas na área de TI empresarial é facilitar o acesso aos usuários e obter todos os dados necessários para o trabalho em questão. As pessoas querem ser independentes. Elas não querem pedir permissão, correr atrás de equipamentos especiais ou passar por todos os tipos de aros e filtros. Elas só querem tudo aquilo que precisam para fazer os seus trabalhos, sem barreiras ou obstáculos. Se você fornecer às pessoas as ferramentas que elas precisam para fazer seus trabalhos de forma eficiente e eficaz, não temos dúvidas de que elas vão adotar essas coisas em massa.

Para muitas empresas e grandes organizações, e até mesmo para muitas pequenas empresas, o trabalho em casa durante a pandemia os forçou a entender algumas coisas, eles descobriram que as pessoas podem realizar todos os tipos de trabalho digital remotamente, muitas vezes de maneira tão produtiva quanto no escritório.

Mark: Agora que as pessoas conheceram o home office, não tem mais volta!

Ryan: É exatamente isso! Esse é outro aspecto poderoso da história da Splashtop. Vocês abordaram as questões técnicas do acesso remoto com uma mentalidade de consumidor, ou seja, vocês criaram um produto muito fácil de usar, algo incrivelmente acessível. É por isso que todo mundo adora usar a Splashtop.

Mas, ao mesmo tempo, vocês estão resolvendo um problemão de muitas empresas: uma forma superior de conectar os funcionários com os dados, software e outros recursos digitais que eles precisam para fazer o seu trabalho de maneira efetiva.

No caso das empresas, precisou ocorrer uma pandemia para que elas experimentassem outros modelos de trabalho. Mas depois de tantas coisas que aconteceram junto com a COVID-19, agora que estamos vendo a luz no fim do túnel — a melhor maneira de usar esse acesso remoto — qualquer um que acredite que as coisas vão voltar a ser como antes estaria se enganando.

Mark: Faz sentido. Desde que as paralisações da COVID-19 começaram a ocorrer globalmente, notamos um maior muito maior de interessados e vendas.

Ryan: Isso me lembra de outra característica importante da Splashtop. Eu sei que você e os outros três fundadores são muito humildes para dizer isso, mas vocês são incrivelmente técnicos. Não é como se vocês só tivessem juntado algumas tecnologias aleatórias em uma interface de usuário, o que, infelizmente, acontece em muitas empresas de software.

A equipe da Splashtop construiu, desde o início, um sistema que opera de forma segura, enfrentando desafios técnicos muito difíceis.

Como investidor, uma das coisas que me passa muita segurança é que vocês criaram algo único, muito difícil de ser replicado por outras pessoas. Seria quase impossível alguém replicar o que a Splashtop tem construído. Isso é algo raro, não ocorre com outras empresas apoiadas por ventures.

Desse modo, a Splashtop é parecida com o Zoom. Muitas ferramentas de videoconferência possuem áudio e vídeo. Mas parte da magia do Zoom é que eles investem tanto tempo escrevendo seus códigos que o seu aplicativo roda incrivelmente bem em nossos computadores, ou seja, o seu desempenho é muito melhor do que seus concorrentes.

Não digo que é impossível fazer o que Splashtop fez. Porém, há muita técnica por trás da sua abordagem de acesso remoto. Essa tecnologia densa pode não ser óbvia para muitas das pessoas usam e gostam do software, mas é isso que torna as suas soluções tão adoradas e eficientes.

Mark: Bem, nós trabalhamos muito na nossa tecnologia, sem sombra de dúvidas, e continuamos investindo nela o tempo todo, queremos continuar melhorando. Temos a sorte de que todos os quatro fundadores compartilham da mesma visão e comprometimento com o que estamos tentando alcançar.

Ryan: Na verdade, acho que a proximidade dos quatro fundadores é uma das potências da Splashtop! É raro encontrar quatro fundadores que estão juntos há tanto tempo — no caso da Splashtop, desde os tempos da MIT, onde vocês estudavam engenharia elétrica e ciência da computação — e que funcionam como se fossem uma grande família.

Mark: Nós quatro crescemos na Califórnia e todos somos filhos de imigrantes de Taiwan. Então, apesar de termos nos encontrados no MIT, já compartilhamos cultura e educação muito antes disso. Tratamos todos os funcionários da Splashtop como parte da nossa família, essa abordagem é um dos principais motivos do nosso sucesso.

Ryan: Essa sincronização, juntamente com todas as habilidades tecnológicas da equipe, são responsáveis por outro ponto muito importante da Splashtop: sua coragem e resiliência. Ao longo dos anos, vocês enfrentaram alguns desafios de mercado muito drásticos e tiveram que redirecionar toda a empresa.

Essa habilidade de conseguir ver caminhos diferentes, juntamente com seu incrível desejo de fazer algo dar certo, é muito especial. Isso explica o sucesso da Splashtop até aqui, e passa muita confiança, como investidor, do seu sucesso contínuo.

Mark: Todos nós apreciamos o apoio que você e Tae Hea (co-fundador da Storm) deram à nossa equipe ao longo dos anos. Muitas conquistas nos esperam!


Você pode se interessar em:

Mark Lee explica como a Splashtop se tornou uma empresa unicórnio de 1 bilhão de dólares.

Splashtop anuncia $50 milhões em novos financiamentos, alcançando o cobiçado 1 bilhão de dólares.

Splashtop publica marcos significativos na sua jornada até a avaliação de $1 bilhão de dólares

Banner de avaliação gratuita no final desta página